Saturday, April 29, 2017

O Cavaleiro Sem Coração


(Da série Rockabillies) Sem título, Erik Refner, Hemsby, UK, 2002

O cavaleiro vestido de noite e prata,
Entre valas negras, enterrou fundo
O seu pobre coração de chumbo e
Vai, para onde vai o vento. Os lábios,
Secos, a pedir a paga mais simples,
A sombra, a água, o pão e o caminho.

Ah, devolvam ao cavaleiro perdido
A sua rosa de sangue, a que é pura,
Que murmura mais alto na noite e,
Quando mãos a tocam, se desfaz
Em pássaros roxos. Escuras, tristes,
As águas choram, choram, choram
Porque ele passa, passa e não fica.

Cavaleiro sem coração, «Adeus!»,
«Voltas quando voltar o vento?»,
O vulto que passa, passa e não fica,
Os pássaros roxos por companhia.

Ó devolvam-lhe, águas chorem, ó
Devolvam-lhe a sua rosa de sangue.

Jesus Carlos

Labels:

Moleskine de Scardanelli © 2012 (3rd edition) | Panel